Oposição pede saída do presidente do TST Destaque

As bancadas do PT, PSB, PCdoB e REDE pediram, em nota, a renúncia ao cargo do presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Ives Gandra. As siglas oposicionistas repudiaram as declarações “absurdas” proferidas por Gandra contra a classe trabalhadora, nas últimas semanas, em jornais e revistas do País.

Os líderes das bancadas afirmam que o ministro, ao invés de invés de se colocar ao lado dos trabalhadores, defende a redução de direitos trabalhistas para supostamente “garantir empregos”.

“Esse entendimento falso e arcaico contraria os princípios contidos nas convenções da OIT e os modernos estudos internacionais sobre o tema, segundo os quais não há correlação empírica entre flexibilização trabalhista e geração de empregos, mas há relação entre diminuição de direitos laborais e aumento da desigualdade social e da precariedade no mercado de trabalho”, diz a texto.

Fonte: CONTEE

Avalie este item
(0 votos)

logorodape nova

Fique por dentro de nossas notícias e fique sabendo do que acontece no seu sindicato.